Quinta-feira, 27 de Julho de 2017

Buscar   OK
Variedade

Publicada em 20/01/17 as 15:22h - 79 visualizações
Mulher sobrevive a 32 facadas de seu ex-namorado e vai se casar com homem que salvou sua vida

Vitalidade | Rádio e TV


 (Foto: Vitalidade | Rádio e TV - Divulgação)
A americana Melissa Dohme tinha 20 anos quando seu ex-namorado, Robert Vuton, tentou matá-la. Ele deu 32 facadas nela, que foi abandonada para morrer, mas conseguiu sobreviver.

Ela relatou sua história para a BBC. Segundo o jornal, seu sonho era ser enfermeira e, na época, namorava com Robert. Estava tudo bem até que ela começou a procurar por universidades: ele começou a ficar ciumento e não queria que ela tivesse sucesso. Então, ela tentou terminar o relacionamento algumas vezes, mas ele ameaçava se matar se ela o deixasse, então ela continuava.

Até que, em outubro de 2011, ele a agrediu. Ela chamou a polícia, ele foi detido, acusado de violência doméstica e sentenciado a dez horas na prisão. Depois disso, Robert passou alguns meses sem procurar Melissa. Mas, em janeiro de 2012, Melissa recebeu uma ligação do rapaz.

Neste dia, ele havia ido ao tribunal por conta da acusação de violência doméstica e pediu para que Melissa fosse vê-lo apenas para dar um abraço, e ele a deixaria em paz para sempre. Ela foi. Ao vê-lo, ele abraçou-a e tinha um canivete em mãos: começou a esfaqueá-la várias vezes.

"Lembro da dor dos primeiros golpes mas, depois, tentei reagir e mordi sua mão. Estava dando socos nele, gritando e fazendo todo o possível, mas sempre acabava perdendo o equilíbrio e caindo no chão, porque estava perdendo muito sangue", contou a BBC.

Então ele fugiu e a deixou numa estrada. Um policial então a encontrou, ela consegiu dizer o nome dela e foi levada à ambulância. Ela sofreu fraturas no crânio, na mandíbula e no nariz e o lado direito de seu rosto ficou paralisado.

Depois de várias cirurgias, ela conseguiu voltar ao trabalho e aos estudos e resolveu dar palestras sobre relações abusivas para outras mulheres. Então, numa das palestras, em outubro de 2012, ela conheceu a equipe de emergência que salvou sua vida. Um dos bombeiros que ajudou foi Cameron, que a convidou para jantar em seu quartel na semana seguinte.

Ela foi, e os dois começaram a conversar cada vez mais. Eles trocaram telefones e começaram a sair juntos por várias vezes. Eles começaram a namorar, Melissa entrou na faculdade - mas não para cursar enfermagem, e sim administração de empresas e liderança organizacional.

Depois de algum tempo, Melissa foi convidada a fazer o primeiro arremesse em um jogo de beisebol, em reconhecimento ao seu trabalho com palestras sobre relacionamentos abusivos. Quando ela entrou no campo, não havia bola. Cameron então foi até ela entregar uma, em que estava escrito: "Casa comigo?".

Ela aceitou e vão se casar daqui a algumas semanas. "Hoje, sinto-me muito abençoada por estar aqui. Sei que o ataque foi só um dia da minha vida, e isso nunca vai definir quem eu sou", disse.

Fonte: MSN



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Hora Certa
Baixe nosso Aplicativo
Equipe
  • Tony Jose

    Fone:

    Nascido em SobralCE, em 09/05/1975, iniciou os estudos na Escola Profissional São Jose (Mons. Aloysio Pinto) no ano de 1984. Ingressou na radiofonia no ano de 2011 com passagens ...

    veja mais...

  • Dr. Rufino Araujjo

    Fone:

    Nascido em Fortaleza/ CE, em 04/07/1958, estudante de escola pública, formado na Faculdade de Medicina da UFC, com residência médica em pediatra, Gastropediatria e especialização e...

    veja mais...

Redes Sociais


Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 31909 Usuários Online: 33


Bate Papo

Digite seu NOME:


Parceiros

Grupo Vitalidade - Associação Beneficente e Cultural Vitalidade
Copyright (c) 2017 - Vitalidade | Rádio e TV - Todos os direitos reservados